Eleições Divinenses a la Bóris Casoy – É uma vergonha!

Desculpe-me Bóris por roubar o seu bordão, mas não consigo imaginar frase melhor para descrever a campanha política deste ano de 2008 em minha provinciana cidade natal. Foram meses de carros de som se degladiando pelas ruas exibindo músicas ridículas que nada expuseram das intenções políticas de ambos (e únicos) candidatos.

Porém mudam as leis, mudam tbm as maneiras de burlá-las! Foi deixado claro para todos os candidatos, sejam proporcionais ou majoritários, que qualquer tipo de campanha que trouxesse benefícios ao eleitor seria considerada compra de votos, e daí conclue-se, ILEGAL! Estão proibidos, distribuição de cestas básicas, brindes (camisetas, bonés, canetas, etc.), COMÍCIOS, uso da máquina administrativa, ou qualquer outro meio que faça do poder financeiro o maior indicador de eficiencia midiática. daí a obrigação das prestações de contas regulares, sem as quais os candidatos eleitos não poderiam ser diplomados no dia da posse para a nova legislatura ou mandato.

Porém fico imaginando como serão prestadas contas dos "aniversários" que andam tão em voga ultimamente. são carros divulgando por toda a cidade aniversários de inúmeras pessoas e convidando a população em peso para tais festas, regadas a cerveja e churrasco… essa galera tá com grana mesmo. interessante como ao divulgar uma festa de aniversário "comunitária", poucas horas depois aparecem alguns outros aniversariantes, que provavelmente foram esquecidos de ser chamados a dar suas devidas contribuições e participarem todos da mesma comemoração, resolvem, por conta própria, fazer suas próprias festas, isoladamente, com as mesmas atrações, em pleno dia de semana!

Sarcasmo à parte, ninguém é burro o suficiente para acreditar que tais festas provéem unica e exclusivamente da generosidade de tais aniversariantes, desejosos de tazer algum lazer para a população, até pq tal o obrigação é do poder público (e diga-se de passagem, anda bem em falta neste quesito). Pergunto-me onde estão as autoridades judiciárias responsáveis pela ética política nas campanhas eleitorais, pq se ficar tudo por conta dos candidatos, tudo vira carnaval… ou quem sabe… bang-bang!

Candidatos, os senhores andam brincando com fogo e podem acabar se queimando, mesmo tendo costas largas, com deputados para apoiar, tal pratica é punida com impugnação, acredito eu. lembrem-se do respeito ao eleitor, à honestidade e à ética.

Não sou apoiador de nenhum dos candidatos e nem tenho pretensões políticas, sou apenas um cidadão revoltado, como tantos outros, com o andar da carruagem eleitoral de nosso município.

deixo aqui o meu protesto.

Olavo Campos Pereira

Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s